quarta-feira, outubro 19, 2011

Homens e bebidas


Homem Cerveja: É um homem barato e que não te deixa alegre com facilidade.Esse tipo de homem te deixa com barriga num instante.

Homem Vodka: Homem forte que te faz feliz em um instante, é do tipo em grupo, você pega e terá que dividir com todo mundo.

Homem Whisky: É um tipo de homem que é ruim pra cacete, mas com ele você desfila.

Homem Vinho: É um homem cheiroso, gostoso no primeiro gole você se apaixona. Cuidado a pior ressaca é desse tipo de homem.

Homem Cachaça: É barato, ruim, feio e não serve pra nada, entretanto é o tipo que mais tem por ai!

Mera coincidência?


Por.: Vanessa Vieira

quinta-feira, outubro 06, 2011

Manipuladora perfeição


Quando é bom demais para ser verdade pode ter certeza absoluta que é mentira.
Então quando eu encontro pessoas perfeitas ou quase perfeitas eu já desconfio e desconfio m-u-i-t-o mesmo.
Pessoas estranhamente perfeitas são ao mesmo tempo extremamente manipuladoras, quando você vai vê “Puf” você vira uma marionete, sem personalidade, que se pode manejar à vontade.
Acontece e é muito mais comum do que se parece.
Primeiro você recebe mensagens e ligações, depois você começa a gostar, dali então você começa a procurar, dentre pouco tempo o perfeito manipulador some para manipular outra vítima e no final você irá ficar sempre com aqueles fios e quando “se” por acaso você for lembrada, o fio será puxado e você vai ser manipulada novamente. É um circulo vicioso.
- Por que é sempre assim?
Por isso que não gosto do que é “perfeito demais”, por que:
Se for perfeito é por que foi planejado;
Se for planejado quer dizer que a pessoa é inteligente;
Se a pessoa é inteligente, ela pode ser mais inteligente do que eu;
Se for mais inteligente do que eu, correrei um sério risco de cair numa armadilha.
Penso assim, não sou amadora. Tudo meu tem um ”Se”, não sou insegura eu penso a frente. Não abro a guarda!
É como dizem e eu concordo em gênero, número e grau, quando a esmola é demais o santo desconfia! E o meu está sempre em alerta!

Por.: Vanessa Vieira

segunda-feira, setembro 26, 2011

Momento Resindent Evil



Já se viu presa no meio de um filme ou de uma situação que te faz lembrar de cenas, meio que um déjà vu? Pois bem estive presa em meio a essa situação um dia desses.
Não estava presa em filme de comédia romântica (quem me dera), e nem em um filme ação onde um homem forte e lindo se apaixona por mim em meio a tiroteios fugas mentirosas,enfim,  eu estava presa em um filme de zumbis, pois é minhas caras" Resident Evil".
Estava em um bar bebendo, tranqüila com minha amiga, até que então “PAM” aparece um morto na minha frente. Minha reação foi um sorriso. Depois do clichê  “como você está sumida!” ( Sério? O meu número é o mesmo!), e beijinho no rosto de despedida (ecat) eu me livrei da inconveniente presença do ser sobrenatural. Não fiquei muito abalada até porque nunca senti absolutamente nada por ele, pra ser sincera só um fogo de palha por ele ser bonito. Finjo que nada aconteceu, bebo minha cerveja e acendo o meu cigarro, nada vai abalar minha noite. O pior estava por vim, “O mestre dos zumbis”, lá estava ele sentado na minha direção, não estava muito bonito (MENTIRA), até que dava pro gasto ( MENTIRA, estava perfeito), pensei pelo menos eu estou arrumada, pensei novamente, mas esperai eu estou sozinha? É estava com uma amiga mas isso literalmente não conta muito.
Resumindo eu não falei com ele e nem ele falou comigo. Rolaram velhas trocas de olhares e nisso tirei uma conclusão, ele é o “mestre dos zumbis” porque mesmo sem me tocar, mesmo sem falar, só de vê-lo minha mente já fica perturbada. Quer um zumbi mais amedrontador? Só falta ele ser canibal, se bem que ele já tentou me comer!


 Por.: Vanessa Vieira

quarta-feira, agosto 24, 2011

Lição nossa de todos os dias...

Caros alunos hoje vamos ter aula de geometria.
Prestem atenção nos gráficos e aprendam que:

Quando ele diz que vai te ligar:



Frases mais usadas no fim do relacionamento:


Quando eu digo que entendo:

Até a próxima aula.


Por.: Vanessa Vieira

sábado, agosto 20, 2011

Até que um roubo nos separe...


Eu nunca consigo ficar com você, a chama nunca se acaba e sempre alguém o rouba de mim. Mas tudo bem...  isqueiro se vende em qualquer lugar.

Por.: Vanessa Vieira


sexta-feira, agosto 12, 2011

Pausa para filosofar - parte 2

Nós mulheres somos troféus, a única opção que temos é escolher ser entre o troféu de uma simples vitória, que é deixado em um canto qualquer ou ser o troféu de uma grande conquista que é colocado no topo de uma estante e que nunca será esquecido. Não sei o porque, mas a dificuldade deixa qualquer conquista inesquecível.

Por.: Vanessa Vieira

quinta-feira, agosto 11, 2011

Lição nossa de todos os dias: Verbo


Conjugação Verbal

Verbo é o nome dado à classe gramatical que designa uma ocorrência ou situação.
 
Hoje vamos aprender a conjugar o idiota (dito cujo).

Eu: Não te quero mais.
Tu: És um babaca.
Ele: É melhor que você.
Nós: Não vamos mais nos ver.
Vós: Que vá pra puta que ti pariu.
Eles: Irão comprovar o que você perdeu.

Por.: Vanessa Vieira

segunda-feira, agosto 08, 2011

Tem coisas que são previsíveis


Não sou negativa só penso nas piores hipóteses, não vivo no mundo da fantasia, “O mundo é rosa, eu amo todo mundo, todo mundo me ama e o universo sempre conspira ao meu favor”, PARA! Vamos voltar para a realidade!
Penso simplesmente assim: Se tudo der certo, ótimo! Se der tudo errado, pelo menos fico conformada em saber que o pior não aconteceu. E se a pior da hipótese vir a acontecer eu já estou preparada, por isso não vou me abalar.
Hipoteticamente falando...
Não grito minha felicidade aos quatros ventos (para que todos saibam), vai que depois o pior venha a acontecer? Muitos desses “todos” ficarão felizes em ver a minha infelicidade, mas como eu sou precavida, compartilho minha felicidade com poucos (Os íntimos), eles sim ficarão felizes com minhas vitórias e me consolarão nas derrotas, até por que o universo não conspira sempre ao nosso favor, ele também favorece aos outros, e se ele resolver favorecer aos meus inimigos?
Resumindo, não é ser negativa e sim precavida, é bom evitar escutar “eu te avisei”, pois o meu senso de realidade já me avisou há muito tempo, até por que tem coisas que são previsíveis.

Por.: Vanessa Vieira

quinta-feira, agosto 04, 2011

Lição nossa de todos os dias: Sujeito


Caros alunos, na aula de hoje veremos como classificar cada tipo de sujeito.

Sujeito Simples
: É um sujeito que é legal, porém sem atrativo (sal).
Frase com sujeito simples:
Ex.: Ele é legal, mas não me atrai.


Sujeito Composto: É um sujeito que possui uma companheira.
Frase com sujeito composto:
Ex.:
Estou namorando, mas não estou morto.


 Sujeito Oculto: É aquele sujeito que gostamos mas ocultamos nossos sentimentos por ele.
Frase com sujeito oculto:
Ex.: Eu gosto daquele babaca. (Qual babaca?)


Sujeito Indeterminado: É um sujeito que não tem determinação.
Frase com sujeito indeterminado:
Ex.:
Ele não toma nenhuma atitude. 

Sujeito Inexistente: É uma frase sem sujeito.
Frase com sujeito inexistente:
Ex.: Estou sozinha.


Por.: Vanessa Vieira

quarta-feira, agosto 03, 2011

Receita do dia


Dica de hoje: Chá de amnésia

Ótimo para esquecer algo (alguém).


Despeje 100 ml de “
Eu gosto muito de você, mas” em uma leiteira.
Depois adicione 50 ml de “mentiras contadas”.
Leve ao fogo.
Deixe ferver e acrescente 100g de“revolta”.
E adoce com “amor próprio

Espere esfriar e beba


Se não tiver os ingredientes:
A bebida alcoólica causa perda de memória, porém essa perda é momentânea e vem acompanhada com uma bela ressaca.

Por.: Vanessa Vieira
 

segunda-feira, agosto 01, 2011

Fofoca ou falta de assunto ?


Leio os primeiros 140 caracteres de um texto, se não me satisfaz eu paro de lê-lo na mesma hora.
E com isso passei a tratar as pessoas dessa forma, escuto três frases, se nessas frases eu não me interessar pelo assunto, minha cabeça vai pra outro lugar e minhas respostas serão evasivas.
É estranho, mais eu ultimamente tenho me poupado de escutar besteiras, além de não me acrescentar nada, eu não quero perder meu tempo que  é curto e com isso aprendi a valoriza-lo.
E também sabemos que quem muito fala, nada tem há dizer.
Se não tiver assunto fique quieto, nada mais medíocre do que falar da vida alheia.

Por.: Vanessa Vieira

domingo, julho 31, 2011

Cômicas agulhadas - Ênfases


Aposto que você está começando a ler esse texto imaginando minha voz.
É estranho lê algo de alguém que não conhecemos de fato, eu leio imaginando a voz de cada pessoa, hoje então recebi uma mensagem de uma pessoa que nunca escutei a voz, tentei imaginar uma voz, não veio nada em minha mente, então li com minha própria voz, lésbico? Narciso? Não sei! Estranho.
Por isso acho voz um item muito importante, imagina, você flerta com alguém na balada, da um sorrisinho, uma olhada, o sujeito vem e ele tem a voz do Freddy Mercury Prateado. E isso acontece, e com muita freqüência, pode acreditar.
Observo também quem escreve com ênfase.
Oiiiiiiiiiiiiiii, tudo beeeeeeeeeeem?
Pra que isso?
Já imagino, que uma pessoa que escreve assim deve falar igual ao Rogério Flausino ( fááááááciiiiiiiiil extremamente, fááááááciiiiiil) ou ele é muito fã de Jota Quest.
Agora imagina se relacionar com uma pessoa tipo Rogério Flausino.
Acho que pagaria todos os pecados em terra e teria a vaga garantida no céu.
( Fãs do Jota Quest por causa dessa crítica, não furem o meu olho com uma lápis enquanto eu estiver dormindo, tudo bem?).
Então quando alguém me adiciona eu observo duas coisas,
Música preferida e escrita para depois olhar as fotos.
Quem sabe você não leva um gato por lebre ou até mesmo um cabrito (mééé) por lebre.
Sistemática? Queee nadaaaaaaaa! Precavida!

Por.: Vanessa Vieira


quinta-feira, julho 28, 2011

Amor é....

Obs.: Antes de começar a ler esse texto, abra uma janela no Google. 

Estive doente, sem criatividade e sem tesão nenhum para escrever, finalmente melhorei. Queria escrever um texto leve, auto-astral ou pelo menos tentar (eu tentei) escrever algo bonito, lindo e meigo.
Estava fazendo um texto que falava sobre o amor.
Mas queria saber de forma científica o que significa em nós o “ato de amar”.
Fui lá no Google e coloquei, “amor é”.
Imediatamente antes de colocar o ponto de interrogação me aparece:
Amor é amor romance é romance
Amor é fato
Amor é fogo que arde
Amor é outra coisa
Amor é fogo
Amor é amor e um lance é um lance
Amor é belo
Amor é pra sentir não pra entender
Amor é decisão
Amor é amor e um lance é um lance

Se quiser confirmar, faça o mesmo escreva “amor é”, e veja o que vai aparecer.
Engraçado que antes da pesquisa meu conceito de amor era outro, não imaginava que um sentimento tão importante pudesse ser definido com um funk.
Tudo bem, de todo modo, amor eu sinto pela minha família.
Penso que “Flerto” com alguns ditos cujos da vida;
Fui lá buscar “Flertar é”.
PensaVA que o ato de flertar era paquerar.
Me enganei, Google disse:
Flertar é traição
Flertar é trair

Em uma tentativa desesperada fui procurar algo de bom na paixão.
Teimosa como sou coloquei “Paixão é”.
Paixão é paixão romance é romance amor é amor e um lance é um lance
Paixão é fogo que arde
Paixão é doença
Paixão é para os fracos

E dizem que o Google tem a resposta para tudo.
Será?
Acho que sim, quer dizer, ultimamente tenho tido essa certeza.

Por.: Vanessa Vieira

sexta-feira, julho 22, 2011

Mesmice ou babaquice?


A vida poderia ser melhor sem a mesmice, não concorda?
Não só sem ela, mas também sem a babaquice, chatice, cretinice e baitolice (não sou homofobica).
Os dias vão se passando e parece que o “ice” vai reinando. Mas é a "mesmice" que vem no topo da lista.
Entro no facebook e as frases continuam sendo repetidas;
 “Hoje eu vou pra tal lugar!” (É mesmo interessante).
“Ontem foi maravilhoso” (Me diga uma pessoa que conta suas derrotas?)
“Quebrei minha unha” (Quando leio essa frase quase choro).
Será que isso é derivado da falta de assunto?
Deve ser, quando não são essas frases, são as conversas.
-Oi, tudo bem?
-Tudo e com você?
-Estou bem. Tem novidades?
-Não e você?
-Também não.

E aposto que se tivesse, não seria mais novidade por que  estaria estampada no status.
Se for para ter essa conversa, eu prefiro falar sobre qualquer tipo de assunto, até mesmo sobre  o seu animal de estimação ou se não tiver, pode ser sobre você mesmo.
Assim como as conversas, as cantadas se repetem como faixas de um CD.
1- “Que isso heim”
2- “Delicia”
3- “ Passo mal

E assim vai sucessivamente, tem alguns que saem da mesmice, ontem mesmo um sujeito esquisito mandou essa cantada,“Queria que você fosse meu muro para mim te dá uma chapiscada”. Não basta o cara ser esquisito ele também precisa ser babaca?
Pra não ser chato e repetitivo, ache algum assunto e se não tiver, fique quieto.
Silêncio e roupa preta  sempre são básicos.

Por.: Vanessa Vieira

terça-feira, julho 19, 2011

A arrogância do vício lingüístico


Será que hoje em dia as pessoas perderam a capacidade de serem gentis?
Não é possível! A falta de educação alheira me irrita cada vez mais.
Convite para sair não é mais “Vamos sair?”;
Simplesmente falam assim “Se você quiser ir”;
Se eu quero ir?  Como assim? Eu vou porque eu quero e não porque fui convidada, é isso mesmo? Com certeza eu sou uma pessoa com um conceito alto perante a você, reparei isso através do seu (medíocre) convite.
Tem outra que me irrita mais, “Você quer ficar comigo?”;
Você acha que eu responderei que “sim”? Nunca, não vou correr o risco de escutar um “Que bom que você quer, mas eu não quero”. Sempre bom evitar!
 Acho melhor, quando escuto “Eu quero ficar com você! Posso te dá um beijo?”
Penso que a arrogância e a ignorância, privam as pessoas de serem mais educadas.
Será que todos os seres da “raça homem” estão contaminados com esse horroroso vício lingüístico?
Se estiverem contaminados, o meu remédio é o bom, velho e mitológico “vai se fuder!”

Por.: Vanessa Vieira

Já deu uma de João-sem-braço?


Adoro essa expressão, parece até uma frase idiota, quer dizer quando a se escuta pela primeira vez ela até é engraçada, mas se você prestar atenção ela dá uma lição de vida.
Vamos analisar, quando você dá uma de “João sem braço” você dá uma de desentendido e com uma leve malandragem, quer dizer, ganha vantagem em cima de qualquer situação se fazendo de pobre coitado com uma esperteza mal-intencionada.
Quem nunca fez isso?
Eu assumo que tenho uma esperteza mais não muito mal intencionada, quer dizer só às vezes, quando preciso.
Então eu agradeço o João por ter me fornecido essa frase e essa lição de vida.
Graças ao João e a sua técnica de dá uma de sem braço...

Eu já me livrei de provas  (Tem prova hoje? Eu não sabia, não vim ontem porque estava doente "cof", "cof").

Resolvi problemas de relacionamentos (Ele é seu amigo? Amor eu não sabia, se eu soubesse jamais teria ficado com ele, mas fique sabendo que eu prefiro você ).
 
Livrei-me de convites chatos (Vamos sair? Estou morrendo de dor de cabeça e minha garganta está super inflamada e ainda acho que estou com febre).
 

João sem braço sou sua fã!
Mais vou para de digitar porque minha tendinite está doendo muito. "Ai que dor!"
Preciso descansar.

Por.: Vanessa Vieira

segunda-feira, julho 18, 2011

Diálogo nosso de todos os dias...

- É você Vanessa? Como você mudou!

- Sou sim, mudei muito!


- Nossa você está linda! Lembro-me de quando você era igual uma bola e toda esquisita! (risos).

- É Verdade, emagreci! E eu também me lembro de como você era (com ênfase) lindo, como o tempo felizmente ou infelizmente muda as pessoas!


- (Silêncio repentino e meus risos irônicos).

Por.: Vanessa Vieira

domingo, julho 17, 2011

Cômicas agulhadas - Evolução


Às vezes sinto saudades de quando era criança, não tinha responsabilidades e nem esperteza, de todo o fato os anos passaram e eu não sou mais aquela criança que dançava “É o tchan”.
Assumo gostava do “ Segure o tchan, amarre o tchan, segure o tchan tchan tchan”.
Nessa época minha única preocupação era cuidar da minha boneca, que tinha uma cara monstruosa, toda manchada de caneta bic e de hidrocor, deixei ela nesse estágio de mutação porque queria que ela ficasse igual a uma artista, na época ela ficou deformada, mas se ela existisse, estaria muito parecida com Amy Winehouse.
Continuando, não tinha realmente nenhuma responsabilidade e queria ficar mais velha e fiquei.
Veio a pré-adolescência e com ela a chatice de perde o BV. Dei o primeiro beijo, fiquei vaidosa, do nada veio o meu primeiro amor e as chatas equações de matemática, ali começou o meu estresse, estudar e pensar no fulaninho ao mesmo tempo, tarefa difícil.
Passou-se o tempo, Hoje em dia, não me preocupo mais com fulaninho nenhum, fiquei mais fria, simplesmente só me apego e se descubro que é moleque, me desapego. Atualmente em vez de acorda cedo para estudar e depois dormi e fica a toa, eu acordo mais cedo ainda, trabalho, estudo, malho, faço mil coisa e tenho muitas responsabilidades e uso minha casa só para dormi.
Vejo que no futuro minhas responsabilidades serão outras.
E quando eu olho para trás, vejo que evolui e fico triste em saber que outras pessoas não, o que mais tem hoje em dia são mulheres com maquiagem igual a da minha boneca, apaixonadas por moleques e que não sabem resolver uma equação.

Por.: Vanessa Vieira

quinta-feira, julho 14, 2011

Eu tenho?

 
Eu queria tentar entender, por que algumas pessoas cismam em exclamar essa porcaria de frase comigo “você tem que”.
Exemplos tediosos.:
“Você tem que estudar”
“Você tem que ficar com fulano”
“Você tem que acorda cedo”
Blá blá blá...saco!
Eu não tenho que nada! Eu faço o que eu quero a hora que eu quero, e eu sei muito bem o que fazer, pois tenho responsabilidade.
E tem outra, Deus não nos obriga a viver (por isso existe o suicídio), então por que na minha vida eu tenho que fazer algo?
Então quando você me pedir algo, peça, por favor, ou veja bem as palavras que for usar comigo.
Se você fala que eu tenho “que” alguma coisa, pode ter certeza que você não vai ter nada meu.

Por.: Vanessa Vieira

quarta-feira, julho 13, 2011

Cômicas agulhadas - Prato do dia


O prato do dia .: “vergonha na cara”
É ótimo para quem quer evitar ou ignorar algum idiota.

Peguem a caneta e anotem:

Coloque em uma panela
250 g de “orgulho” em pó.
Acrescente 100g de “dignidade”.
Leve ao fogo.
Aos poucos despeje na panela 300ml de “indiferença”.
Misture até virar massa.
Coloque em uma forma.
Acrescente  um pitada de “ódio".
E “lembranças ruins” a gosto.
Leve ao forno por 30 min.
Está pronto!

Dica: Depois de pronto, Você pode rechear a “vergonha na cara” com “vingança”.
Fica uma delícia.

Por.: Vanessa Vieira

terça-feira, julho 12, 2011

Por favor, morra de novo?


Sabe qual a diferença entre uma pessoa “morta” e uma pessoa  “sepultada” pra mim?( Metaforicamente falando).

Morta, a pessoa morreu e ainda não foi enterrada, então parece que o espírito fica me atazanando com lembranças que deveriam ser deletadas da minha cabeça.

Sepultada, não penso na pessoa, não quero vê a pessoas e se ressuscitar eu quero que morra de novo.

Deu pra entender zumbi?

Por.: Vanessa Vieira

Diálogo nosso de todos os dias...

- Vanessa, você parece estar “meia cansada"!

- Você acha?

- Acho!

- Estou com chulé?

- Não entendi! Por que?
 
- Meia cansada deve ter chulé!

( Silêncio repentino! E a pessoa ainda não entendeu que o certo é meio).

Por.: Vanessa Vieira

sexta-feira, julho 08, 2011

O insuportável egocentrismo


Nessa vida eu tenho mais uma certeza, a desculpa de quem é criticado sempre vai ser: “Isso é inveja!”
Parece até que essa pessoa pegou o Windows Media Player de sua mente e apertou aquele botãozinho redondo pra repetir, repetir e repetir.
Pensando bem, pior que pessoas repetitivas, são as pessoas que se acham invejáveis.
Agora imagina, pessoas repetitivas e que se consideram invejáveis, cúmulo do insuportável egocentrismo.
Quem disse que você é digno de ser invejável, por todos? Ou por alguém?
Já pensou que a crítica pode ser verdadeira;
Já pensou que algo foi feito a você por algum motivo;
Ou que às vezes não tenha realmente nenhum motivo;
Agora reflita...
Para matar hoje em dia precisa de motivo?
Para ser viciado precisa de motivo?
Para nascer precisa de motivo?
Então por que a justificativa de pessoas criticadas e escorraçadas é a “inveja”?
Penso que a duas explicações, ou a pessoa é doente e narcisa ou ela não tem nenhuma justificativa para se defender e no fundo sabe que as criticas são verdadeiras.
Melhor jeito de lidar com pessoas que se consideram invejáveis: Não a jeito, simplesmente estamos em um mundo que temos que conviver com os loucos e que não podemos criticar, até por que os loucos também processam.


Por.: Vanessa Vieira

quinta-feira, julho 07, 2011

Aos Queridos: Sr. Destino e Sra. Acaso



Tudo bem, mais dali então desde que escrevi esse texto, comecei a observar que tudo o que eu disse tinha muita razão (modéstia parte), entretanto...
Não espero mais nada do acaso.
E se o destino também não dá nenhum empurrão, o que vou fazer?
Eu dou uma rasteira nele! Bem é assim que eu lido com a vida.
Por que se eu for esperar o “acaso” ou “destino” agir para que algo (não) aconteça ou que alguém (des)apareça ou que algum individuo (não) tome alguma atitude, eu já até sei que não posso contar com o acaso ou muito menos com o destino!
Eles só ajudam quando “estão afim” penso que no meu caso que os dois estão dormindo profundamente e ainda de conchinha e nunca ligam por eu estar aqui esperando por eles. Então eu cansei! Eu uso os meus artifícios!
Hipoteticamente falando, para que algo aconteça, eu não fico mais contando com a sorte, não é que eu não tenha sorte, sinceramente tenho minhas dúvidas, mas quando eu conto muito com ela, sou eu que acabo levando a rasteira que destrói todas as minhas expectativas.
Então, queria falar pro Sr. Destino e pra Sra. Acaso que agora estou me virando muito bem sem a sorte deles, pode continuar dormindo e causando situações inusitadas para os outros, por que eu tomei as rédeas da minha vida e o que acontece comigo não é sorte e sim o efeito da minha competência e das minhas atitudes.
Obs.: Não ande de saia com tecido leve por cima de bueros por "acaso" pode vim um vento para levantar sua saia tanto quanto uma explosão.

Por.: Vanessa Vieira

terça-feira, julho 05, 2011

Pausa para filosofar...


Mentira é o simples efeito de mentir. Quem nunca mentiu que atire a primeira pedra!
De todo o fato a mentira pode ser usada como desculpa ou até mesmo para ajudar alguém ou a si próprio. Ela não é má! As pessoas que as usam de maneira incorreta que deveriam ser tituladas assim.
Mentir para os outros é iludir e mentir pra si mesmo é viver na fantasia, fora do mundo da realidade.
Realidade é algo concreto e imaginação é algo abstrato, pode até ser sentido quando se fecha os olhos, mas quando você os abre e da de cara com o que é real a imaginação é abstrata demais para lhe ajuda na realidade que às vezes é cruel e coberta por mentiras.

Por.: Vanessa Vieira

segunda-feira, julho 04, 2011

Lição nossa de todos os dias: " Como cortejar uma mulher"



1º Nunca "chegue" nela no começo de balada! Ela não vai o querer, por que vai achar que irá encontrar alguém “melhor” que você!
2º Evite chegar em várias na mesma noite, até porque, as vezes você irá chegar em uma de suas amigas e vai perder a chance com o seu alvo principal. Lembre-se o mundo é pequeno.
3º Evite “você é gata!” quando a mulher se arruma e se prepara, ela não quer escutar esse simples elogio, ainda mais se for no diminutivo “gatinha”. Toda mulher deseja no mínimo um “linda” ou “maravilhosa”, evite “gostosa” além de ser um palavreado chulo, você não tem intimidade suficiente para tal elogio!
4º Minta, mas com inteligência! Não fale somente a verdade, até porque todo homem tem um “passado que condena” e infelizmente mulher gosta de mentira! Mas saiba mentir, se não souber o silêncio e a resposta simples é a melhor solução.
5º E o mais importante! Nada de ficar ligando desesperadamente no dia seguinte, você vai soar no mínimo como insuportável, chato supremo e ela vai querer sua morte!
Pra quem disse que eu sou feminista, ai está algumas dicas pros meus caros amigos (;

Por.: Vanessa Vieira

segunda-feira, junho 27, 2011

O poder de voltar


Seria bom se eu tivesse o pode de voltar no tempo. Não iria mudar e nem fazer algo diferente pro meu presente não ficar como está. Eu simplesmente gostaria de ter esse poder para reviver alguns momentos, aqueles que eu fico repetindo em minha mente, sim, eles são os que eu gostaria de reviver de corpo e alma, não como um filme que vai se apagando e perdendo seus detalhes mais intensos.

Por.: Vanessa Vieira

quarta-feira, junho 22, 2011

Relaxa


Não sou estressada, eu sou psicologicamente equilibrada e até então ninguém pode provar ao contrário, ultimamente nada tem me irritado mais do que escutar “RELAXA”!
Quem disse que eu to estressada?
E quem é você?
Um monge ou algum tipo de Mestre da Meditação?
As pessoas falam isso com naturalidade, geralmente em situações em que eu não estou estressada ou quando simplesmente não quero algo e usam isso como justificativa para mudar a minha opinião!
Me poupe, sabe aonde você pode enfiar esse “relaxa”?
Pior quando a situação é online.
O papo rolando, você fala algo interessante, esperando obter uma resposta descente , do nada a resposta que se tem é um “RLX”, nem o trabalho de escrever R-E-L-A-X-A o individuo teve, isso é o cúmulo da falta de educação!
Agora além de ser mestre da meditação, você é vidente? Para saber como eu estou sem ao menos me ver!
Não! Com certeza você não é vidente e só mais um preguiçoso que tem preguiça de escrever uma palavra com mais de 5 caracteres.
Parabéns, agora estou estressada!

Por.: Vanessa Vieira

terça-feira, junho 21, 2011

Pausa para filosofar...



Sou um tipo de pessoa que adora ser elogiada, amo ouvir palavras bonitas e quando tentam me agradar, mesmo que não consigam, eu fico feliz só pelo “tentar”.
Porém isso tudo é em vão quando as atitudes são contrarias ao que foi dito, não significa que atitudes valham  mais que palavras, tudo tem seu peso.
Para mim pessoas que falam uma coisa e fazem outras, são covardes.
E pessoas que fazem uma coisa e falam outras, são falsas.


Por.: Vanessa Vieira

segunda-feira, junho 20, 2011

Cômicas agulhadas - Mulheres e Vodkas


As pessoas são como bebidas, tive analisando e cheguei a essa conclusão.
Para os homens as mulheres são como vodkas, quando estão com dinheiro querem a mais gostosa e de boa qualidade, não só pelo fato de ser deliciosa, mas para também exibi -lá, alguns deles tiram até fotos para registrar o momento. Quando não estão com dinheiro, se contentam com a mais vagabunda, aquelas que eles tem a noite que quiser e não ligam em compartilhá-la com os amigos.
Já para algumas mulheres os homens são como coquetéis, são doces. Mas os ingredientes usados para fazer o preparo do drink, camuflam a verdadeira qualidade da bebida, que você só vem a descobrir depois com a dor de cabeça.

Por.: Vanessa Vieira


domingo, junho 19, 2011

Mania de perseguição


Não gosto de pessoa que tem mania de perseguição, ela faz disso como se fosse algo exclusivo.
“Isso só acontece comigo!” Para! Acontece com todos, até porque todos nós fomos privilegiados de sorte e amaldiçoados com azar, isso na medida exata!
Agora se tudo dá errado, isso não é porque você está sendo perseguido ou tenha algum tipo de karma, você simplesmente não sabe lidar com a vida, não sabe aproveitar as oportunidades e sempre faz as piores escolhas.
Então pare de ficar choramingando e se perguntando, “Por quê? Por quê? Por quê?”, não perca seu tempo com perguntas e sim o perca procurando respostas para ter soluções, fazendo isso você não vai ser mais sortudo e sim mais esperto e para algo dá errado é muito mais difícil.

Por.: Vanessa Viera

domingo, junho 05, 2011

"É impressionante como algumas músicas continuam tendo uma certa relevancia"


Essa é uma pequena homenagem ao gênio da música Renato Russo e ao Legião Urbana.
"Serenissima" é uma das suas obras é a música que eu mais me identifico, além de ser a minha preferida não só do Legião e sim de todas, então resolvi postar!
O titulo desta postagem é uma frase que o Renato Russo falou em seu Dvd acústico.

Serenissima (Renato Russo)

Sou um animal sentimental
Me apego facilmente ao que desperta o meu desejo
Tente me obrigar a fazer o que não quero
E você vai logo ver o que acontece

Acho que entendo o que você quis me dizer
Mas existem outras coisas

Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade,
Tudo está perdido mas existem possibilidades,
Tínhamos a idéia mas você mudou os planos
Tínhamos um plano, você mudou de idéia

Já passou, já passou - quem sabe outro dia.

Antes eu sonhava, agora já não durmo
Quando foi que competimos pela primeira vez?
O que ninguém percebe é o que todo mundo sabe
Não entendo terrorismo, falávamos de amizade.

Não estou mais interessado no que sinto
Não acredito em nada além do que duvido
Você espera respostas que eu não tenho
Mas não vou brigar por causa disso

Até penso duas vezes se você quiser ficar.

Minha laranjeira verde, porque está tão prateada?
Foi da lua desta noite, do sereno da madrugada
Tenho um sorriso bobo, parecido com soluço
Enquanto o caos segue em frente
Com toda a calma do mundo.

sábado, junho 04, 2011

Cômicas agulhadas...


Não sei qual é a graça de ser uma pessoa indefinida, e ao meu ver isso tem virado até um clichê, uma preguiça ou um vicio lingüístico de se auto denominar, frases e contextos com estereótipos, desgastados de fato um CHAVÃO.
Não sou de julgar ninguém (opa, olha o clichê), mas por que não ser mais objetivas ao se definir! Ex.: Nome: Funala; Idade: Tanto; Qualidades: Isso; Defeito: Aquilo.
Penso que as pessoas acham mais interessantes não ser revelar, como se o mistério fosse algo intelectual, mais não é bem assim:
"Os elogios não me revelam, críticas não me abalam, sou o que sou e não o que falam."
Blá, blá, blá...Acho que você deveria falar essa frase pra sigo mesmo, até que “pelo menos” você mesmo possa acreditar que não é definido por críticas e os elogios não te revelam, claro, você deve ser superior a todos eles. Caso não resolva, livro de auto-ajuda, ajuda!
"Não sou o que me definem"
Tá bom, a parti de agora seu codinome vai ser ponto de interrogação (?), ok?
"Não me defino, pois quem se define se limita"
Ao se definir você não se limita, só frisa as suas qualidades e defeitos e como tudo muda as suas definições também pode vir a mudar com o tempo, mas nunca se deve contrariar um louco, continue indefinido e sem limites.
Resumo.: Séra que ter qualidades e defeitos não seria mais interessante?


Por.: Vanessa Vieira

quinta-feira, junho 02, 2011

A vida em tom harmônico



Percebi que a vida é como um violão, se for tocada corretamente, sua vida segue em perfeita harmonia, mas as vezes podemos está no ápice tocando perfeitamente e felizes, de repente uma corda pode vir a arrebentar, não vai dá para seguir em frente, pois precisamos dela para termos todos os acordes e assim uma série harmônica, o que devemos fazer é substituí-la e afiná-la, o som não vai ser o mesmo, mais quem sabe não ficará bem melhor ?

Por.: Vanessa Vieira


quarta-feira, junho 01, 2011

Lembranças...

As vezes eu vivo no mundo da Lua, meu olhar fica longe e minha cabeça fica em outro lugar, e está. Está nos momentos bons em que vivi e foram muitos, está na pessoas boas em que conheci, que eu me apaixonei, flertei e até me decepcionei, que apesar de tudo carrego comigo. Está no presente, em que estou muito feliz de me encontrar, feliz por ter pessoas que amo ao meu lado, feliz em ter momentos que vão ser inesquecíveis e feliz por viver minha vida dignamente e com cabeça erguida, e esse meu olhar longe, ele está no futuro nos sonhos em que eu quero e irei realizar.

Por.: Vanessa Vieira

terça-feira, maio 31, 2011

Pausa para filosofar...


"Pode me chamar de louca, maluca e neurótica, agora desequilibrada não, isso eu não admito! Até porque eu ando muito bem num Salto Luiz 15!"

Por.: Vanessa Vieira

segunda-feira, maio 30, 2011

Diálogo nosso de todos os dias... “Parte-2”


- “Fulano” minha colega bem gostou de você!


- Sério Vanessa, ela é gata?

- É bonita... (e começo e citar todas as qualidades... blá..blá)

- É vagabunda?

- ( um silêncio repentino )

Por.: Vanessa Vieira

Diálogo nosso de todos os dias...


- Vanessa, meu colega quer te conhecer!
 
- Quem? Eu conheço?

- Acho que não, e ai ? Vai querer pelo menos conversar?
 

- Como ele é ? Ele é bonito?

- Ah Vanessa... ele é legal!

- Tá ele é legal! Que bom pelo menos ele tá garantido sua vaguinha no céu, mas ele é bonito ?

- Tipo ele não é feio, Mas é muito gente boa!

- Você não me respondeu, o  "DITO CUJO"é bonito ?

- O importante é a beleza interior, você só vê a beleza exterior!

- É, então por que você não fica com ele ?

- (Silêncio repentino)
 
Por.: Vanessa Vieira

sábado, maio 28, 2011

Ficou chateado?


Quando era um pouco insegura eu usava muito essa pergunta, hoje em dia ela foi deletada do meu vocabulário.
Ela pode mudar qualquer discussão ou situação.
Sério os homens sempre usam ou vão usar  isso ao seu favor, eles te sacaneiam ou fazem alguma coisa que você não goste, você obvio que você vai reclamar! Ai logo vem aquela carinha de raiva e de incomodado, ai você pergunta, “ficou chateado?” (jamais pergunte isso, PELO AMOR DE DEUS )
Você que tá chateada primeiro, então por isso ele não tem o direito de ficar também e muito menos mudar a situação ou faça com que você se sinta culpada.
Seja firme no que você falou, não indecisa e  insegura, se ficou chateado, problema dele! Ele que está errado não você!

Por.: Vanessa Vieira

Girls Just Wanna Have Fun

Minha criatividade está igual a mim! "descansado"


Tradução

Garotas só querem se divertir
Cyndi lauper


Eu chego em casa de manhã cedo
Minha mãe me diz-Quando é que você vai viver decentemente?
Oh, mamãe querida,nós não somos as afortunadas
E as garotas querem só se divertir
Oh, as garotas querem só se divertir
O telefone toca no meio da noite
Meu pai grita:O que você vai fazer da sua vida?
Oh, papai querido,você sabe que ainda é o número um
Mas as garotas querem só se divertir
Oh, as garotas querem só se divertir
É isso que elas realmente querem
Se divertir
Quando o dia de trabalho termina
As garotas - elas querem só se divertir
Oh, as garotas querem só se divertir
Querem se divertir
As garotas só querem...
Alguns caras ficam com uma garota linda
E a escondem do resto do mundo
Eu só quero poder andar sob a luz do sol
Oh, as garotas querem só se divertir
Oh, as garotas querem só se divertir
É isso que elas realmente querem
Se divertir
Quando o dia de trabalho termina
As garotas - elas querem só se divertir

sexta-feira, maio 27, 2011

Manual de instrução...

- Mulher

# Elogiar;
# Cuidar;
# Bajular;
# Presentear;


Aviso Importante: Não goste dela, assim ela vai gostar de você!
Obs.: Algumas podem a vir dar algum tipo de defeito pois gostam dos tratamentos adversos dos itens acima!
Atenção.: Escolha muito bem o tipo e a qualidade, pois com a troca a sua integridade física corre um sério risco!

- Homem

# Ignorar;
# Destratar;
# Não conversar na hora do futebol;
# Não criticar;
# Provocar;


Obs.: Homem não tem garantia e todos estão são sujeitos a defeitos!
Atenção.: Não existe concerto, a única solução é trocar até achar um modelo ideal!

Por.: Vanessa Vieira

quinta-feira, maio 26, 2011

Bipolar sim, porque não?

Sério eu sou bipolar, não tenho nenhum transtorno compulsivo, depressivo ou obsessivo (quer dizer,obsessivo TALVEZ), eu tenho certas mudanças de humor, não só de humor mas também no modo de pensar e as minhas opiniões que  mudam com muita facilidade, não quer dizer que eu não tenho personalidade, isso eu tenho de sobra. Mas a cada segundo que passa as pessoas mudam e com isso mudamos a nossas opiniões sobre elas, a maioria das vezes mudamos nossas opiniões de formas negativas. Porque só o tempo revela o verdadeiro caráter de cada pessoa e no meu caso nunca prevalece a primeira impressão e sim última!

Por.: Vanessa Vieira

quarta-feira, maio 25, 2011

Correr? Eu vou é beijar!


Hoje eu estava um pouco ansiosa, por isso depois do almoço comi um ‘Maxi de chocolate’ , me senti um pouco culpada, como toda mulher se sente após comer um doce.
Por incrível coincidência do destino logo depois eu entrei em um site para vê o meu horóscopo e tinha a seguinte matéria.:
“Beijar ajuda a relaxar e a reduzir os efeitos do estresse.”
“O beijo pode gastar até 26 calorias em um minuto. Isso é o dobro do gasto de uma corrida intensa.”

Acho que agora eu vou comer outro 'Maxi' e depois vou perde essas calorias de uma forma bem gostosa.

Por.: Vanessa Vieira

Teste do "irmão"

Acho engraçado os homens falarem que tem amigos como se fossem "irmãos" e que as mulheres só tem concorrentes...será mesmo?

Eles deveriam fazer esse teste.:

1º Fique pedindo que seu amigo encha seu copo...

Se ele for seu amigo ele vai falar assim ”pega leve” vamos curti a noite toda numa boa, chega de beber! Você já ta ficando bêbado..
Se ele não for seu amigo, vai encher teu copo, e ainda te oferecer mais até que no meio da noite você esteja beijando a tampa de uma privada e ele vai ta beijando a boca de uma gata ou talvez da “sua” gata.

2º Entre numa briga...

Se ele for teu amigo, vai falar pra você não brigar, vai tentar de todas as formas resolver a situação ou simplesmente entrar na frente para separar.
Se ele não for teu amigo vai fazer um inferninho, vai falar pra você não deixar assim, que vai te ajudar e no final você vai acabar com a cara toda arrebentada e ele intacto e ainda por cima ganhando ibope contando todos os detalhes da briga, inclusive o fato de você te levado uma surra.

3º Fale pro seu amigo que você vai estudar para vestibular ou para algum concurso...

Se ele for teu amigo, vai te dá o maior apoio ou até mesmo vai estudar com você para fazer a prova também. Vai pesquisar, te ajudar a achar provas e questões...
Se ele não for teu amigo, vai te chamar todas as noites para sair, mesmo sabendo que você tem que estudar, ele vai falar assim “depois você estuda”...

4º Comece a namorar uma menina legal...

Se for teu amigo, ele vai te dá maior força, vai tentar ter uma amizade com a ela, mesmo que esse namoro os afastem um pouco...
Se não for teu amigo, vai te apresentar um monte de “vagabundas” como nunca tinha apresentado antes, vai te chamar de cachorro e vai falar que você ta na coleira...até que você termine o namoro (mas quando ele começar a namorar, pode ter certeza ele vai esquecer de você).

Só  declaro isso “infeliz é aquele que é só no meio da multidão”. Pare e pense!

Por.: Vanessa Vieira